--> Your SEO optimized title

sábado, 21 de agosto de 2010

História das alianças

Há séculos o anel, ou aliança, é usado como sinal de compromentimento em diferentes contextos.
Acredita-se que os egípcios foram os primeiros a utilizar um círculo sem ínicio ou fom como símbolo da eternidade porém foram os Romanos que tornaram comum o uso da aliança como símbolo de comprometimento público e de honra a um contrato de casamento.
O primeiro material utilizado para fazer alianças foi o ferro, peças feitas com ouro e pedras preciosas popularizaram-se durante o período medieval.

Foi com os gregos que surgiu a crença que no quarto dedo da mão esquerda passava uma veia ligada diretamente ao coração (veia d’amore) e que este poderia ser atraído com um ímã. Esse costume carregado culturalmente até os dias de hoje é uma das explicações encontradas para o uso do anel de metal neste dedo, para que os casais permanecessem atraídos um pelo outro para sempre. Os romanos adotaram o mesmo costume e a igreja conservou a tradição até nossos dias, quando se observa a diversificação de materiais nobres, como o ouro e a prata, que traduzem o precioso amor entre os casais.
Outra explicação: “A aliança de casamento é supostamente de origem romana e deve ter vindo do antigo costume de usar anéis para celebrar acordos.” (American Cyclopœdia) “Ofereceram-se diversas explicações sobre a relação entre a aliança e o casamento. Parece que os judeus usavam alianças de casamento antes dos tempos cristãos.” — The International Cyclopaedia.

Até o século XIII não havia aliança de noivado ou compromisso. O Papa Inocente III declarou que deveria haver um período de espera que deveria ser observado entre o pedido de casamento e a realização da cerimônia matrimonial. É por isso que hoje existe um anel de noivado e depois a aliança de casamento. O primeiro anel de noivado de que se tem notícia foi aquele dado pelo Arquiduque Maximilan da Áustria, a Mary de Burgundy em 1477, a primeira noiva da história a usar a aliança como sinal de amor e união duradoura. Só mais um detalhe: foi um "anelzinho" de diamantes tá?


Outras explicações

Tem um vídeo no youtube que dá explicação chinesa para o uso da aliança no dedo anular.

Explicando o filme (está em inglês)

Cada dedo da mão representa um membro da família:
Polegar – representa os pais
Indicador – representa os irmãos
Médio – representa você mesmo
Anelar – representa seu companheiro
Mínimo – representa os filhos

Una os dedos das duas mãos pela ponta dos dedos, exceto os dedos do meio que deverão estar dobrados um de frente para o outro. Agora, tente separá-los:

Os polegares podem ser separados, eles indicam seus pais; você não viverá com eles o resto de sua vida.
Os indicadores separam-se facilmente; os irmãos e irmãs um dia também vão se separar de você, pois terão suas próprias famílias. Assim o indicador e o dedo mínimo também podem se separar.
Os dedos mínimos também podem ser separados. Indicam seus filhos que também irão crescer e se casar.
Finalmente, os dedos anelares, não conseguimos separá-los, significando que marido e mulher devem viver juntos o resto da vida.

A aliança é um importante símbolo em um relacionamento, um elo que simboliza amor e fidelidade entre casais, muito além que um simples adorno.

Beijos!

2 comentários:

  1. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Daienne

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Daienne

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua participação! Seu comentário será publicado logo depois de moderado... Caso queira mandar um e-mail, envie para faleconosco@planetacasorio.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...